Porque você deveria estar usando neurociência.

Porque você deveria estar usando neurociência.

O primeiro motivo foi mostrado no texto “Multidisciplinaridade é ordem!”. Lá eu contei um pouquinho sobre como os estudos em neurociência se desenvolveram e acabaram se estendendo para outras áreas de atuação.

Mas a importância da neurociência vai muito além disso. Com o avanço das pesquisas na área, foi possível entender a fundo o funcionamento das atividades cerebrais das pessoas e as descobertas foram enriquecedoras. Listei alguns pontos que te mostrarão o motivo pelo qual você já deveria estar investindo em neurociência:

  • A importância do estudo do Comportamento Humano

Quando estudamos o comportamento humano, descobrimos que por trás dele existem processos emocionais, cognitivos e fisiológicos (completamente inconscientes) que acabam sendo seus influenciadores. Hoje, esses estudos ganharam um vulto tão grande que a importância do entendimento do comportamento humano passou a ser aplicado em diversas áreas. O marketing, é claro, já é uma delas (Neuromarketing). 😉

  • Comportamento humano e tomada de decisão

Por causa dos estudos do comportamento humano através da neurociência, foi descoberto que a tomada de decisão é mais inconsciente do que se imaginava.

Primeiramente o conceito do sistema 1 x sistema 2, desenvolvido por Daniel Kahneman, nos mostra que nossas decisões e comportamentos são comandados em sua maioria pelo sistema 1, inconsciente e rápido, que não exige grandes gastos de energia.

Quando as decisões são mais complicadas, e exigem mais tempo e raciocínio, o sistema 2 é acionado e passa a funcionar (mas isso é mais raro). Na rotina das compras e etc, é o sistema 1 é que está no comando.

  • Aplicabilidade

A aplicabilidade da neurociência se dá através de uma diversidade de metodologias e técnicas específicas para isso. A mais famosa é o EEG (Eletroencefalograma), que capta a atividade elétrica do cérebro, sendo possível analisar, por exemplo, o nível de Atenção, Motivação e Memorização das pessoas.

Falando em atividades corporais ou técnicas biométricas, existe também o EMGf (Eletromiografia facial), que analisa a pré-ativação dos músculos da face, o corrugador (do franzir do cenho) e zigomático (do sorriso), sendo possível observar a satisfação das pessoas e sua motivação, e o ECG (Eletrocardiograma), que analisa os batimentos cardíacos.

Além dessas, foram criadas muitas outras metodologias que envolvem o movimentação dos olhos e até mesmo o nível de suor da pele.

  • Benefícios

O ponto principal deste tópico consiste no fato de que a maioria de nossas decisões e comportamentos acontece de forma inconsciente. Se você precisa entender o que realmente faz com que seu consumidor tenha determinado comportamento ou decisão, é preciso ter acesso a metodologias capazes de mergulhar no universo do inconsciente. Metodologias essas que são oferecidas pela neurociência.

Quer saber um pouco mais sobre tudo que a neurociência te oferece? Clique aqui que te conto mais =)

Porque você deveria estar usando neurociência.